Rubaiyat: um restaurante com história, desde a Espanha até o Brasil

Queria muito escrever sobre um dos meus restaurantes preferidos de Madri. Um restaurante que faz parte de alguns domingos, quando sinto realmente falta do meu Brasil. Quem não mora longe não entende muito o que quero dizer, mas é esta vontade de se sentir em casa, de falar português com os garçons, de comer um pão de queijo (ou 10), de sentir o sabor da carne que se come aos domingos, em um bom churrasco em casa, aí em Porto Alegre, na casa dos meus pais, no Brasil.

Então, aqui em Madri, este restaurante é o Rubaiyat  (Calle de Juan Ramón Jiménez, 37) . ¡Ohhhh como me gusta! Para mim, o melhor restaurante para comer uma boa carne num ambiente maravilhoso, em Madri.

image- image r r2 r3

Já são 2 anos que escrevo sobre lifestyle em outro site do Brasil e sempre quando começa o frio escrevo sobre o Rubaiyat, porque fazem feijoada a partir do dia 1/11. Oh god, que feijoada. Esta semana liguei para a PR do restaurante e disse: quero escrever outra reportagem mas quero algo especial. E ela me disse: outra vez Jordana? Claro: o Rubaiyat é conhecido em todo o Brasil e estou certa que cada brasileiro que vai a Madri pode um dia pelo menos almoçar ou jantar por lá.

la-foto-2 la-foto-33 la-foto-44

O proprietário do Rubaiyat, Belarmino Fernández Iglesias, um certo dia decidiu sair da Espanha com destino ao Brasil e com somente 5 US$ no bolso e, de lá pra cá, criou um império no mundo da restauração.

la-foto-1

Era o ano de 1951 quando ele desembarcou desde Galícia no Porto de Santos. Desde então, lavando pratos em diversos restaurantes chegou a ser maitre do restaurante A Cabana, que era o melhor restaurante de São Paulo, naquela época. Depois de tanto trabalho, os chefes dele o convidaram a ser sócio do Restaurante Rubaiyat, da Avenida Vieira de Carvalho. Cinco anos depois, Belarmino era o único proprietário do que, hoje em dia, é o restaurante mais top no que se refere a carne no Brasil.

la-foto-3

Depois abriu outros restaurantes em São Paulo, na Argentina com o seu Cabaña lãs Lilas, até chegar ao mega conhecido A Figueira Rubaiyat, que todo mundo conhece no Brasil.

Em 2006 o Rubaiyat chegou a Madri – incrível porque o dono é espanhol e ninguém imagina – e desde então não para de surpreender os seus clientes com a espetacular matéria prima que servem em cada um dos seus pratos que, junto com o serviço mais que especial e com a feijoada que começa dia 1/11 (e cada sábado), aproxima um pouco o Brasil, os seus temperos, sabores e bom trato a todos os brasileiros, que como eu, aqui estão. E a todos os espanhóis que gostam de se sentir, quando se sentam a mesa do Rubaiyat, como se estivessem no Brasil.

r5 r6 r7 r8r9

Uma viagem com história a um dos países mais belos do mundo. Uma viagem gastronômica que eu não canso de repetir cada vez que tenho a sorte de ir ao Rubaiyat. Sou fã dessas pessoas que do nada montam um império. E se é gastronômico, muito melhor. Ao Sr Belarmino, um olé pelo maravilhoso restaurante que tenho sorte de ir e de me sentir como em casa, mesmo morando em Madri.

r4

By Jordana Paiva

Leave a Response