Trancoso, uma terra de contrastes

Esse pedacinho de paraíso com caráter internacional no sul da Bahia, a mais ou menos 01 hora de carro de Porto Seguro, é uma região de muitas características. Com belezas exuberantes, uma cultura forte e uma popularidade internacional, Trancoso é uma terra de contrastes! 

Trancoso, é uma vila tranqüila, charmosa, muito preservada, popular entre jovens e pessoas do mundo afora. A região foi fundada no inicio da colonização portuguesa (no século 16)  pelos Jesuítas como aldeamento indígena para catequização dos índios, com o nome de  São João dos Índios. Há alguns anos, deixou de ser a vila rústica e isolada, descoberta pelos hippes nos anos 70, para se tornar o destino turístico dos antenados e vips. Mas com toda essa história e mudanças, a região é cheia de contrastes e características próprias:

Local & Internacional: Ao mesmo tempo que Trancoso é uma região pequena, com características da Bahia e uma cultura forte exposta na sua arquitetura, costumes e gastronomia, é também uma região dominada por “gringos” (principalmente franceses, holandeses, portugueses e argentinos). Muitos europeus são donos de pousadas, possuem casas ou vão com freqüência com a família. E todo o serviço por lá é feito muito em função dos estrangeiros – que foram responsáveis por desenvolver a região e deixar tão conhecida mundialmente.

Agitado & Tranquilo: Ano novo é o período mais conhecido de Trancoso e por isso a região ferve de pessoas do mundo todo. Neste período, muitas festas acontecem na cidade, durante o dia e noite. Mas também é o lugar para curtir uma boa praia, muitas vezes não sendo apenas sinônimo de festa e agito (principalmente nos outros meses do ano). Os paradores de praia fecham entre 17h e 18h, a tarde é  perfeita para descansar nas pousadas e a noite no quadrado é mais tranquila, com música ao vivo nos restaurantes, sem festa, sem badalo – e poucas opções de bares para seguir noite adentro (com exceção do final de ano, claro!).

Chic & Simples: Ao mesmo tempo que pessoas famosas e com alto poder aquisitivo frequentam Trancoso – por esse motivo as pousadas, restaurantes e paradores são caros! – o lugar é simples e rústico. As estradas são de terra, o quadrado não possui iluminação a noite (apenas luz de velas), as pousadas são bem equipadas e requintadas, mas com uma decoração rústica e os restaurantes são na rua, com pé na terra. No fim, em Trancoso ser simples e rústico é ser chic!

Desconectar & Conectar-se: Trancoso é cercado por muita vegetação! As pousadas são escondidas no verde, a praia é cheia de coqueiros, as árvores se perdem pelas ruas. Um lugar perfeito para se desconectar, curtir a natureza, relaxar. Mas, ao mesmo tempo, é um lugar em que as pessoas querem se conectar, não podem ficar de fora, querem estar. Muitos eventos, casamentos, aniversários e outras comemorações acontecem lá – e as redes sociais reportam isso muito bem. As pessoas vivem momentos desconectadas, mas já querem se conectar,  e então aquela paz se contrasta com a badalação. Mas para  você, qual a melhor conexão de Trancoso?

Praia & Parador: Mesmo que se falando em Bahia, não espere uma praia de água azul transparente, areia branca e fina, como em muitos lugares do Nordeste do Brasil. Mesmo que lindo, Trancoso não é aquela praia paradisíaca (mas vai ficando mais linda a medida que você vai indo para o sul, como Itapororoca e Praia do Espelho), mas é praia! E tem natureza abundante! Mas sabe o que? Lá as pessoas só ficam paradores e restaurantes de praia. Aquela história de se atirar na areia, com seu guarda-sol…..não tem. O negócio é pagar uma consumação e ficar no sofá de um dos beach clubs, pedir uma bebida e comida e quem sabe, de vez em quando, se atirar no mar.

Entre tantos contrastes, cores e energias, Trancoso é um lugar para se apaixonar!

 

 

Leave a Response