O melhor de Viena: a capital que respira arte, música clássica e cultura

Um verdadeiro museu a céu aberto

Photo by Jacek Dylag on Unsplash

Localizada às margens do rio Danubio, a capital da Áustria é considerada um museu a céu aberto, que respira música clássica. Além de ter abrigado inúmeros compositores no século XVIII, Viena ainda é conhecida como a capital da música. Principalmente por Mozart ter escolhido a cidade para viver, inspirar e compor suas principais canções. E nesse ano, uma das mais famosas óperas de Viena, a Wiener Staatsoper celebrou seus 150 anos. Sua apresentação de inauguração aconteceu em 1869, com “Don Giovanni”, de Mozart.

A cidade foi por muito tempo a capital do Império Austro-húngaro, um dos impérios mais importantes da Europa. E foi em Viena que Sigmund Freud viveu setenta e nove anos de sua vida, local onde presenciou o desenvolvimento da Psicanálise. Uma região repleta de arte e cultura, que também encanta por sua espetacular modernidade e sofisticação.

MUST SEE

Palácio Belvedere

Construído com a intenção de ser uma das residências de verão do Príncipe Eugenio de Saboy, atualmente abriga um museu de arte. Formado por dois palácios unidos por um enorme jardim francês, na parte interior só é possível ver a capela, o hall de entrada e a Sala de Mármore decorados. Outros espaços não há decoração, exibindo coleções de pinturas da Galeria Austríaca.

Endereço: Prinz Eugen-Straße 27, 1030 Wien, Áustria

Photo by Sami Ullah on Unsplash

Museu Sigmund Freud

Local onde Sigmund Freud, pai da psicanálise, morou e trabalhou por cerca de 30 anos. Hoje se tornou museu e é uma das casas mais famosas de Viena. Há mais de 400 objetos, entre livros, cartas, móveis e fotografias. Materiais que auxiliam a documentar a vida de Freud, antes de sua repentina mudança a Londres (período em que os nazistas o obrigaram a abandonar a cidade).

Endereço: Berggasse 13, 1090 Wien, Áustria

Mozarthaus Vienna

Mozarthaus foi o local em que o músico viveu entre 1784 e 1787, seu período mais produtivo em composições. Com uma arquitetura datada do século XVII, passou por uma reforma em 2004, recebendo novas galerias com detalhes da vida e obra do compositor. Infelizmente não há muitos objetos originais, mas é possível encontrar violinos, documentos e sua máscara mortuária.

Endereço: Mozarthaus, Domgasse 5, 1010 Wien, Áustria

Galeria Albertina

O museu abriga uma das coleções gráficas mais extensas do mundo, formada por mais de 65.000 desenhos e um milhão de gravuras. É possível encontrar criações de artistas como Monet, Renoir, Cezanne, Matisse, Miró e Picasso. Localizado em um palácio que pertenceu a Maria Cristina e seu marido, o Duque Alberto Von Sachsen-Teschen, que deu nome à galeria.

Endereço: Albertinaplatz 1, 1010 Wien, Áustria

Galeria Albertina – Reprodução Instagram – @kartikalie

Biblioteca Nacional Austríaca

Construída no século XVIII sob o mandato do Imperador Carlos VI, é uma das bibliotecas mais espetaculares do mundo. Considerada a guardiã de milhões de livros, possui um acervo com mais de oito milhões de títulos e outros objetos. A Sala Imperial é rodeada por estátuas de mármore e pinturas, com estantes de madeira rígida com mais de 200.000 livros impressos, datados entre os 1500 e 1850.

Endereço: Josefsplatz 1, 1015 Wien, Áustria

Hofburg

Construído originalmente como um castelo fortaleza medieval, datado do século XIII, foi ampliado até o início do século XX. E por mais de 500 anos foi residência da família Habsburgo, entre 1278 e 1918. Atualmente abriga alguns museus, uma capela, uma igreja, a Biblioteca Nacional Austríaca, a Escola de Inverno de Equitação e o escritório do Presidente da Áustria.

Ticket: a partir de 15 euros.

Endereço: Michaelerkuppel, 1010 Wien, Áustria

Ópera de Viena

Em 2019, a ópera Wiener Staatsoper celebrou seus 150 anos. Sua apresentação de inauguração aconteceu em 1869, com “Don Giovanni”, de Mozart. O edifício com design renascentista foi uma decepção para os vienenses. O arquiteto responsável pela obra se suicidou, diante ao temido “fracasso”.  E o segundo arquiteto contratado faleceu após um infarto, assim que assumiu a responsabilidade. Em 1945, a ópera foi afetada por uma bomba, mas dez anos depois voltou a abrir suas portas. Com uma nova reforma, com as mais avançadas tecnologias dos anos 50.

Considerada uma ópera democrática, é possível comprar os melhores lugares por 150 euros e ingressos para ver de pé por apenas 3 euros. E a visita à Ópera de Viena só pode ser feita com visitas guiadas.

Endereço: Opernring 2, 1010 Wien, Áustria

Reprodução YouTube

Café Central

Considerado o café mais famoso de Viena, fica localizado em um edifício neorrenascentista. Que atualmente recebe o nome de Palais Ferstel, em honra ao seu arquiteto, Heinrich von Ferstel. Local em que grandes nomes como Freud, entre outros poetas e filósofos passavam longas tardes. Desde 2011 a “Wiener Kaffeehauskultur” ou Cultura Vienense das Casas de Café, é considerada Patrimônio de Cultura Intangível pela UNESCO.

Endereço: Herrengasse 14, 1010 Wien, Áustria

Museumsquartier

Um famoso complexo de museus, cafés, lojas e restaurantes, uma área de 60.000 metros quadrados. Considerado um dos grandes representantes da Viena moderna. Entre os museus, o Leopold Museum possui a maior coleção de Schiele e de Klimt, dois dos nomes mais renomados da arte austríaca. E o espetacular Mumok (Museum MOderner Kunst) possui uma coleção de arte moderna e contemporânea fantástica.

www.leopoldmuseum.org | www.mumok.at

Endereço: Museumsplatz 1, 1070 Wien, Áustria

MuseumsQuartier
Mumok
Mumok

Schönbrunn Palace

Conhecido também como o Palácio de Versalhes de Viena, é um dos principais monumentos históricos e culturais da Áustria. Considerado um dos mais belos complexos barrocos da Europa, e devido ao seu significado histórico, atualmente é um Patrimônio Mundial da UNESCO. Seu parque, que abriga fontes, estátuas, monumentos e uma linda vegetação, está aberto a visitantes gratuitamente, durante todo o ano.

Endereço: Schönbrunner Schloßstraße 47, 1130 Wien, Áustria

Votivkirche

Após uma tentativa fracassada de assassinato contra o imperador Franz Joseph, o arquiduque Ferdinand Maximilian, irmão do imperador, inaugurou uma campanha. Com a intenção de criar uma igreja para agradecer a Deus por salvar a vida do imperador. Heinrich von Ferstel iniciou a construção da igreja neogótica em 1856, que só foi consagrada até 1879.

Endereço: Rooseveltplatz, 1090 Wien, Áustria

Votivkirche Photo by Mårten on Unsplash

Karlskirche Churches

A última grande obra do arquiteto barroco Johann Bernhard Fischer von Erlach está localizada no 4º distrito: Karlskirche, ou Igreja de São Carlos. É um impressionante edifício sagrado, caracterizado pela poderosa cúpula verde.

Endereço: Kreuzherrengasse 1, 1040 Wien, Áustria

Karlskirche Churches Photo by Laurenz Kleinheider on Unsplash

Naschmarkt

Naschmarkt é o mercado mais conhecido de Viena, datado do século XVI. Além de flores, carne, pães, todo o tipo de alimento pode ser encontrado por lá. E há dezenas de restaurantes internacionais espalhados pelo mercado.

Endereço: 1060 Vienna, Áustria

Neubau

Considerado o bairro mais hispter de Viena, com diversas lojas de designers locais, galerias, restaurantes badalados, lojas e cafés. Abriga o conjunto de museus do MuseumsQuartier, entre outras famosas atrações culturais. Nos limites do bairro está localizada a movimentada avenida comercial Mariahilfer Strasse.

Kunsthistorisches Museum

Construído em 1891, perto do Palácio Imperial, para abrigar as extensas coleções da família imperial. O Museu de História da Arte é um dos mais antigos museus do gênero no mundo. Abriga inúmeras obras de arte importantes da história da arte europeia, entre elas “Madonna in the Meadow”, de Rafael e “The Allegory of Painting”, de Vermeer. O café do museu merece uma parada.

Endereço: Maria-Theresien-Platz, 1010 Wien, Áustria

Naturhistorisches Museum

Sua coleção fica localizada em uma área de 8.700 metros quadrados, mas seu website também disponibiliza um tour virtual pelas suas dependências. Possui mais de 20 milhões de objetos históricos, desde insetos a pedras preciosas e a famosa Vênus de Willendorf, com 29.500 anos.

www.nhm-wien.ac.at

Endereço: Burgring 7, 1010 Wien, Áustria

ONDE FICAR

Hotel Sans Souci Wien

Considerado um hotel boutique, muito bem localizado, no coração do centro cultural e artístico da cidade de Viena. Próximo das principais atrações da capital, a poucos metros do principal complexo cultural, o famoso Museumsquartier. Além de tantos outros pontos turísticos e populares restaurantes, cafés e lojas. E a menos de 10 minutos do principal mercado da região, o Naschmarkt.

Todos os quartos possuem um design sofisticado e moderno by YOO. Com móveis em estilo vintage combinados com artigos luxuosos, garantindo o máximo de elegância e contemporaneidade. Com seu sofisticado Spa, possui uma variedade de tratamentos corporais tradicionais e massagens que podem ser adaptados às suas necessidades e preferências pessoais.

O Sans Souci oferece a maior piscina de hotel de Viena, com 20 metros de comprimento. Além de ser em modelo esportivo, há lustres luxuosos que refletem na água. Uma incrível experiência. Dispõe de dois bares, Le Salon e Le Bar, e do famoso restaurante Veranda, onde você poderá saborear pratos da culinária austríaca e internacional. E de um café da manhã exclusivo. Uma verdadeira experiência!

@sanssouciwien

Endereço: Burggasse 2, 1070 Wien, Áustria

INFORMAÇÕES BÁSICAS

Quando ir

Em Viena faz bastante frio no inverno, com possibilidade de temperaturas abaixo de zero. A melhor época para ir a Viena é no período do outono e da primavera. Final de setembro e outubro (outono) é uma das melhores épocas, com temperaturas máximas em torno dos 15 graus.

Moeda

A moeda oficial de Viena é o euro. Assim como em toda a Áustria.

Idioma

O idioma oficial de Viena é o alemão. Grande parte das atrações possuem informações em inglês, mas nem todos os restaurantes disponibilizam cardápios traduzidos.

Documentação necessária

Os cidadãos brasileiros precisam apenas de um passaporte válido para entrar na Áustria, se o tempo de viagem for inferior a 90 dias. Sem a necessidade de visto. Porém o seguro viagem para Europa é obrigatório. A imigração não libera visitantes que chegam a Viena sem seguro viagem contratado. É possível fazer uma cotação clicando aqui!

Vienna Pass

Permite o acesso gratuito a mais de 60 atrações, incluindo os palácios Schönbrunn e Hofburg, o ônibus turístico, a Catedral e a Casa de Mozart. Valores a partir de 70 euros.

Leave a Response

EN PT