OS MELHORES CAFÉS DA MANHÃ DE HOTÉIS PELO MUNDO

Já se foram os dias dos cafés da manhã continentais e sem graça pelos hotéis do mundo. Em vez disso, dizemos “bom dia” cercados de bolinhos, prosciutto com melão fatiado e ovos Benedict em alguns dos melhores cafés da manhã em hotéis pelo mundo. Confira abaixo os cafés da manhã que entraram na lista da Condé Nast Traveler e que compartilhamos aqui.

1. The Norman, Tel Aviv
crédito foto: Gabriela Herman, reprodução.

Com seus pratos repletos de azeitonas, pepinos persas e tomates cereja doce, a manhã se alonga no Norman, com sua beleza Bauhaus dos anos 1920, é uma mini versão da cena alimentar de Tel Aviv. É tudo sobre o shakshuka, umaa fumaça fantástica que vem de pimentões carbonizados deixados para ferver com alho e pimentas por quatro horas antes de serem misturados com tomates e paprika doce e, finalmente, cozidos com ovos. Para um toque adocicado, escolha o perfumado melão de pera espinhosa (conhecido localmente como sabra fruit) e suco de cenoura fresco. O buffet é abastecido com tahini, halvah e feta, mas o que se destaca é o leite de vaca cremoso que é polvilhado com za’atar. –Adeena Sussman

2. Ett Hem, Stockholm
crédito foto: Condé Nast Traveler, reprodução.

Muito foi escrito sobre a magistral Ilse Crawford, seus tons terrosos e design escandinavo do século XVIII para o século XXI neste hotel de 12 quartos. O café da manhã, um retrato igualmente artístico de pão de centeio kavring, geléias de framboesa e cloudberry, granola de amêndoas, presunto defumado e ovos orgânicos servidos em pratos de cerâmica diferentes porém coordenados entre sí, entrega o princípio da propriedade que não é falado: é como na sua casa, apenas muito melhor.

3. Hotel del Russie, Rome
crédito foto: Oddur Thorisson

Todos os meses de junho, durante os meus 26 anos, embarquei em um vôo noturno saindo do JFK para Roma para visitar o lado da minha mãe da família. Assim que aterrizamos, tudo em que posso pensar é em um panino recheado com fatias finas como papel de prosciutto. Mas quando entrei na casa da minha avó, com a barriga vazia, recebi um expresso, uma tigela de damascos e um biscoito seco. A verdade é que, apesar do fato de que os italianos são os campeões do mundo quando o assunto é comida, eles não fazem muita questão de café da manhã. O único lugar para encontrar uma opção verdadeiramente decente (e um assento confortável) é em hotel, e o modelo exemplar de como deve ser é servido no jardim no Rocco Forte’s de Russie. A escada rosa pastel em seu pátio abre espaço para um terraço sombreado por palmeiras e limoeiros em vasos, onde você terá seu cappuccino espumoso, crostini, suco de laranja fresco e salame dignos de aperitivos. Da próxima vez, farei um desvio no meu caminho até Fiumicino. –Andrea Whittle

4. Thompson Playa del Carmen, Mexico
crédito foto: Alex Grossman, reprodução.

Localizado no último piso, Cinco, tem um menu inspirado em Yucatán, vista para o oceano e uma piscina, literalmente, a alguns passos de sua mesa. As panquecas de leite integral são servidas com creme de coco, uma chuva de geléia de gengibre e hibisco e uma porção de maple syrup. Chilaquiles vêm com tortilhas super crocantes e ovos de uma fazenda local. Peça o “divorciado” – metade servido com salsa verde e metade com molho vermelho de chile. As geléias da casa feitas artesanalmente, como a de hortelã com melancia, ou a de abacaxi assado com cravo, farão você atacar a cesta de pão até o fim. Para um extra spice em seus ovos, peça o molho de charred-habanero. A mistura de suco leva pepino, abacaxi e chaya, uma folha verde indígena com mais ferro do que o espinafre. –Rebecca Misner

5. Baccarat Hotel New York
crédito foto: Oddur Thorisson

Com suas paredes de seda plissadas, cadeiras de ecru, rosas vermelhas e claro, candelabros de cristal, o Grand Salon do Baccarat Hotel irá levá-lo a um café da manhã luxuoso. As panquecas de ricotta fora do menu – perfeitamente macias com bordas crocantes e amanteigadas, polvilhadas com açúcar de confeiteiro e servidas com maple syrup e uma quinteta de manteiga – é o pedido a se fazer. Compense qualquer vestígio de culpa com um suco verde que é completado com salsa e aipo. E alguém deve pedir o canelé, para ser consumido com um expresso forte, enquanto a luz que entra através das janelas de vidro chanfrado forma um arco-íris em sua mesa. –Rachel Khong

6. Brae, Victoria
crédito foto: Sharyn Cairns

Quando o chef Dan Hunter abriu seis suites ao lado de seu restaurante cult este ano, ele manteve a simplicidade, olhando para a fazenda Brae, de 30 hectares, para inspiração de seu menu. Mas não seria um café da manhã australiano sem frutas – ou geléias e mel para misturar com o muesli. As geléias são feitas com berries e pêssegos de seus pomares, e o mel é retirado à mão de sua própria colméia. A fermentação feita na casa leva dias para se fazer: a massa dos pães é deixada do lado de fora durante a noite, depois fermentada a frio por 22 horas antes de ser assada em um forno ao ar livre. O Chef Dan substitui o bacon com charcutaria caseira de porcos livres criados na famosa fazenda Greenvale de Victoria.

7. Le Bristol Paris
crédito foto: Matt Hranek

O café da manhã clássico do Epicure – o restaurante com estrela Michelin do hotel – é um estudo de caso no luxo do velho mundo. O Chef Éric Fréchon, que esta aqui desde 1999, começa o seu dia com presunto e burrata de Parma, salmão defumado e blini, frutas sazonais com uma porção saudável de fromage blanc e um ovo cozido com caviar Sologne, crème fraîche e uma folha comestível de ouro 23 quilates. Tudo é servido em porcelana Limoges pintada à mão e acompanhado de champanhe. O sommelier combina uma safra diferente todos os meses – em dezembro, por exemplo, é Dom Pérignon 2006. –Andrea Whittle

8. Babylonstoren, África do Sul
crédito foto: David Crookes

No Babel, o restaurante do hotel, a pergunta “O que tem para o café da manhã?” é melhor respondida examinando o jardim de oito hectares. Seu iogurte de creme duplo pode vir carregado de goiaba e uma groselia típica da Africa do Sul; nozes, erva-doce e curry em pó; e uma colher de mel de goma azul vindo de colmeias locais. Cubra o pão feito com trigo da fazenda, com muito presunto salgão e Gorgonzola (ou apenas uma camada de manteiga batida à mão). E se você acabou bebendo um pouco a mais do que deveria na noite anterior, um shot de gengibre em seu suco de beterraba e laranja fresco deve resolver. –Sahah Khan

9. Aman Tokyo, Japão
crédito foto: Koji Hanabuchi

O café da manhã japonês é um microcosmo da própria cultura. Aqui, um equilíbrio de textura, cor e sabor é executado com uma bela precisão. O Tamagoyaki enrolado é mais ácido do que os ovos que estamos acostumados: servido com rabanete ralado, bem como vegetais em conserva e gengibre. Berinjela, peixe shishito, taro e cenoura são consumidos separadamente do arroz e do peixe. Você receberá arroz cozido no vapor ou arroz congee (um tipo de mingal de aveia do Japão), servido com pêssegos em conserva. O salmão é entregue pelo famoso mercado de peixe de Tsukiji, em Tóquio, depois levemente cozido e servido com algas secas.

10. Chiltern Firehouse, Londres
crédito foto: Nicole Franzen

O restaurante Marylebone atrai todas as celebridades – Cara Delevingne, Marina Abramović e até David Cameron – e paparazzis persistentes após o anoitecer. Mas durante a manhã, é um retiro aconchegante e tranquilo no bairro mais agitado da cidade. O mingau de baunilha aqui entá no limite de virar uma sobremesa. E a versão dos ovos Benedict aqui é feita com ovos de galinhas de Burford Brown (uma raça herdeira dos ingleses) e presunto curado em maple por Aubrey Allen, o melhor açougue de Suffolk.

11. Upper House, Hong Kong
crédito foto: Amanda Kho

Pule os ovos e torradas e peça o Gray Deluxe’s “Upper East Breakfast”. Inclui todos os clássicos de uma manhã chinesa – com umami de sobra. Experimente o delicado (e viciante) char siu bao, um bolo de farinha cozida no vapor super-leve e macio recheado com lombo de porco doce e assado. Adicione uma porção de congee – pense neste mingau de arroz com milho e caranguejo como uma versão asiática da sopa de frango. Ele vem coberto com enfeites tradicionais em pimentões e fatias de cebola e gengibre – e uma porção de amendoim torrado. Você não pode esquecer os bolinhos. Aqui você obtém dois tipos: um de carne de porco picada e camarão siu mai e o de camarão comum ha gau (em uma massinha branca plissada).

12. Hotel d’Angleterre, Copenhagen
crédito foto: Nicole Franzen

O majestodo hotel, com 260 anos, faz um morgenten dinamarquês de peixe que é sem comparação, carnes curadas e pão, servido com vista para a Praça Nova do Rei. Digamos assim: qualquer coisa que nade, poderia fazer parte do café da manhã dinamarquês. As estrelas da casa são o camarão com fjord, o salmão defumado e o arenque picante. Os croissants são feitos diariamente, mas são os tebirkes – uma pastelaria em camadas revestida de sementes de papoula e cheia de uma pasta de açúcar e de marzipan – e spandauer, ou como é conhecida pelo mundo: Danish.

13. Hôtel du Palais, Biarritz
crédito foto: Matt Hranek

Quando a diretora criativa da Condé Nast Traveler, Yolanda Edwards, voltou do País Basco francês, ela ficou encantada com o café da manhã no Du Palais – especificamente as alfaces sazonais e o piment d’espelette, aquela pimenta fumegante que faz tudo, incluindo os ovos mexidos perfeitamente macios do buffet , melhor. Saboreie, juntamente com brioche assado da casa, carnes e tortas de frutas na sala de jantar durante toda a manhã – o que significa que você pode simplesmente ignorar o almoço.

14. Park Hyatt Saigon, Vietnam
crédito foto: Jason Lang

Os vietnamitas arrasam sua amada pho do mesmo jeito que os italianos fazem café expresso: rapidamente, rotineiramente e quase sempre pela manhã. Nós? Nós gostamos de relaxar sobre noodles perfumados com ervas no Park Hyatt Saigon, onde um esquadrão de chefs se prepara para trabalhar nas horas agitadas e repletas de cardamomo, antes do sol e dos hóspedes do hotel. Uma tigela irá mantê-lo abastecido por um dia repleto de passeios, ainda mais quando combinado com um café vietnamita, um passado forte derramado sobre leite condensado.

15. Otahuna Lodge, New Zealand
crédito foto: Alan Jensen

Não há menu nesta elegante mansão da Ilha do Sul. Em vez disso, os chefs farão para você o que quer que você sinta vontade naquela manhã – com tudo fresco do jardim. A cozinha frequentemente combina coppa caseira e prosciutto com melão fatiado do pomar, coberto de azeite de oliva com infusão de grãos de baunilha e balsâmico de 20 anos de idade. Além dos pães de amêndoa ainda quentes, espere pão de banana, muffins de framboesa e biscoitos, tudo feito na hora.

Leave a Response